Não se preocupar com dinheiro deve ser o sonho da maioria de literalmente todas as pessoas que precisam lidar com ele.

A liberdade financeira se tornou, mais do que nunca, bem mais do que uma vontade, mas uma necessidade. Se tornou um objetivo. Então, se essa é sua meta e você deseja saber por onde começar, continue lendo a seguir.

1. Tenha um orçamento

Esse primeiro passo é crucial, pois um orçamento dá condições para você saber em qual degrau está sua vida financeira.

Para fazer um orçamento você não precisará de um sistema muito elaborado, apenas de uma planilha simples no computador ou feita à mão se preferir. Nesse controle devem constar literalmente todas as entradas e saídas de dinheiro do seu orçamento, desde despesas mais caras, até um café em uma lanchonete.

2. Invista seu dinheiro

Esse é o momento em que você começa a se encantar pelos juros compostos e percebe que os juros só são ruins se você estiver pagando por eles, pois são ótimos quando estão trabalhando para você.

Se você quer mesmo alcançar a tão sonhada liberdade financeira, precisa começar a se aprofundar e pesquisar em quais ações investir, como por exemplo, ações ciel3, que é uma dentre diversas opções.

E quando falamos sobre investimentos, existem três fatores mega importantes: tempo, taxa de juros e montante investido. Por isso, não pense que investindo pouco dinheiro por mês estará rico em um ano. Trata-se de dedicação.

3. Defina seus objetivos

Trabalhar com objetivos definidos é fundamental para ajudar na organização e dar clareza do motivo de cada decisão do seu dia a dia. Para isso, comece desde o mais básico, estabelecendo o valor do seu objetivo, quanto pode guardar por mês e quando deseja alcançá-lo.

Os objetivos devem ser planejados no seu orçamento financeiro mensal e precisam ser priorizados. Anote-os em notas em um lugar que veja com frequência para ajudar a fortalecer sua intenção.

4. Plante um pé de dinheiro

Infelizmente o dinheiro não nasce em árvore, mas é possível criar uma fonte de renda recorrente, que é aquela em que você emprega esforço e tempo uma única vez para que ganhe estrutura e passe a caminhar por si só, sem que haja a necessidade de suas interferências constantemente. 

Isso acontece no desenvolvimento de produtos digitais. Você tem um esforço inicial para criá-los e divulgá-los, porém, eles começam a caminhar sozinhos em algum tempo.

Outro exemplo de fonte recorrente é alugar um imóvel para terceiros. Nesse caso, o dinheiro entra sem que você faça nenhum esforço. Outra opção é adquirir uma franquia e deixar a gestão do negócio nas mãos de um administrador experiente e competente.

5. Crie uma fonte de renda extra

Quando o assunto é fazer mais dinheiro, a renda extra é um passo de extrema importância, principalmente se você estiver com dívidas. 

Para acelerar o pagamento das suas dívidas, você pode pensar em um modo de levantar um dinheirinho a mais. Pode ser dando aulas particulares sobre um assunto que domina, traduzir textos, passear com cachorros, trabalhar com transporte executivo, dentre outros. É você quem escolhe.

Então, você pode refletir e estabelecer, por exemplo, quantas vezes por mês fará essa atividade para levantar uma quantidade “x” do valor que precisa. E esse valor pode ser tanto para pagar as contas que precisa ou para continuar juntando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *