O que é Link Building? Antes de mais nada, vamos começar com o Google, maior site de buscas na internet. O Google garantiu essa posição graças ao excelente serviço de buscas, com resultados cada vez mais precisos sobre determinada palavra-chave, propiciando, assim, uma melhor experiência para o usuário, que encontrava exatamente o que estava procurando com conteúdo de qualidade.

Mas como o Google conseguiu fazer isso? O Google desenvolveu seu próprio algoritmo que leva em consideração diversas variáveis, e, uma delas, é o número de links externos que levam àquele conteúdo.

Qual é a lógica disso? Basicamente, para o Google, se um site externo está comentando algo sobre você e “linkando” ao seu site é porque o seu conteúdo dever ser bom. Assim, quanto mais links de sites de qualidade você tiver, melhor deve ser o seu conteúdo, e melhor fica a experiência do usuário, que tem acesso ao melhor conteúdo disponível na internet.

Portanto, Link Building é a estratégia que visa construir uma rede de links otimizada que vai gerar valor dentro do algoritmo do Google. Uma estratégia que vai fazer o Google pensar em você na próxima vez que alguém fizer uma busca em uma palavra-chave que diga respeito ao seu site.

A estratégia visa adquirir não apenas links em quantidade, mas em qualidade. Links de sites que tenham o que é chamado de Domínio de Autoridade, de páginas que tenham, por sua vez, um bom Page Rank. Todas essas métricas calculadas de acordo, novamente, com o tal algoritmo.

Além disso, existem outras variáveis, como o nicho em que esses links estão inseridos e local. O assunto é extenso e cada vez mais as empresas recorrem a profissionais especialistas, até mesmo porque, volta e meia, o Google atualiza esse algoritmo e as coisas mudam de figura.

Para se ter uma ideia, há algum tempo atrás os links tinham maior peso no algoritmo. Porém, com o abuso de técnicas chamadas pelo Google de Link Spam, ou Link Schemes, os links passaram a ter menos peso e a procedência passou a ter uma maior importância. E, pior, o Google pode, inclusive, punir sites que abusem de técnicas conhecidas no meio como “Black Hat”, ou seja, não muito éticas.

Com a perspectiva de uma nova atualização do Penguin, algoritmo do Google que observa as técnicas de SEO, é bom saber o que você pode fazer e o que não pode para não ser pego desprevenido.
Website: https://brunomedeirosjj.com/consultor-seo-como-se-tornar-um-especialista-em-trafego-organico/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *